0

0

segunda-feira, janeiro 29, 2007

Novas inspirações

Ontem depois de muito tempo uma idéia de um conto me abordou. Pela primeira vez que isso acontece no meio do caminho eu consegui convencer esta idéia que não me abandonasse, certas vezes por preguiça eu até já mandei algumas primas ou irmãs dessa idéia embora, por preguiça ou por desleixo.
Será que eu consigo escrever mais? E nessas horas não vale só querer, mas forçar-se a sentar em frente ao compu e rever todo e qualquer vestígio de escrito.
Espero q sim.

segunda-feira, janeiro 22, 2007

Oia eu aqui de novo

E eu tenho vontade de começar tudo outra vez...
A coincidência fez as pazes comigo e permitiu-me encontrar uma pessoa muito especial e acabou com uma busca de quase 6 meses.
E olha como são as coisas, os privilégio de ser uma pessoa observadora, viver sendo agraciada pela coincidência. Prefiro ignorar a ironia de não ter percebido que minha queridissima professora Zeni estava subindo naquele ônibus no ponto em que eu deveria descer...
Seis meses tentando me comunicar com essa mulher e vcs acham mesmo que eu se quer ousei pensar q era melhor descer do ônibus e ir embora, não mesmo!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Fui conversando com ela, observando aquele rosto que sempre me inspirou e me demonstrou carinho e admiração.
É certo que até hoje ainda sei muito pouco sobre minha querida professora, hoje mesmo assustei-me ao saber que ela pode ser mais parecida comigo do que imaginava.

Sabe eu não sei se eu perco alguma coisa não sendo uma pessoa determinada a cumprir os meus percussos no tempo certo e esquecer do que posso encontrar pelo caminho.

*Pois seria um absurdo não encontrar Zeni hoje pq eu tinha q descer do ônibus.
*Seria um crime não ter tido uma conversa maravilhosa com Thiago porque em vez de obedecer as minhas loucuras de ser uma andarilha tivesse atendido a sensatez e tomado um ônibus.
*Pior ainda se eu desconectasse da internet na hora em que planejo e desprezasse as pessoas que ficam on-line na última hora.
*Ou se eu desligasse o telefone todas as vezes que outro compromisso aparecesse...

Eu não sei qual é a medida certa, mas eu sei que certa ou errada, eu sou mais feliz a cada experiência...

terça-feira, janeiro 16, 2007

Vou ver se boto ordem nessa birosca

Desde Polanski que eu não escrevo, quer dizer desde que o perdi, sei que antes tb não tava escrevendo muito, pois é, mas agora não tava escrevendo e nem pensando, porém tá vindo uma ins"piração" por aí...
Bjos