0

0

quarta-feira, dezembro 27, 2006

Incontrolável

Acabara de ligar o computador e ao checar as páginas de costume, surpresa, uma amiga tinha deixado uma frase singela para outra pessoa querida. Em seguida foi checar os escritos daquela pessoa querida e ao ver a resposta o seu rosto iluminara-se de emoção. Era inaceitável, não era com ele, porque ficara tão feliz?
E então lembrou-se do aniversário de uma amiga querida e o quanto foi especial ver o carinho que tantos outros também sentiam por ela, fotografara aquela festa com um brilho no olhar e uma lágrima escondida, pois a cada foto que tirava observava uma demonstração de carinho ou de reconhecimento pela simpatia que aquela amiga despertava em todos e nele.
Inconcebível era o fato de que ele soubesse tão bem expressar seus sentimentos, escrevendo e demonstrando-os e ainda ficasse tão tocado ao ver a troca entre dois conhecidos ou até mesmo dois desconhecidos.
E quando essa troca era um retorno para com ele... Era incontrolável. Qualquer singelo gesto para com ele era alimento para a sua alegria eterna... O mandar ou o receber de um beijo ou abraço, um sorriso recebido, simples palavras, um olhar, e quando recebia um presente, uma homenagem...
ele mal cabia em si, ele nunca coube em si.

segunda-feira, dezembro 25, 2006

Ana Carolina

Cd Duplo - Dois Quartos

CD 1 (Quarto)

1. Nada Te Faltará
2. Tolerância
3. Ruas de Outono
4. Aqui
5. Rosas
6. Um Edifício no Meio do Mundo
7. Vai
8. O Cristo de Madeira
9. Eu Comi a Madona
10. 1.100,00 ( Nega Marrenta)
11. Chevette

Se mandouBateu com meu Chevette
Pôs fogo na quitinete
Me traiu com mais de sete
Fez comigo um bafáfá
VoltouMandando um bate-boca
E bate porta e quebra louça
E troca tapa e rasga a roupa
Fez comigo um mafuá
To batendo no pandeiro pra não bater em você

12. Notícias Populares

CD 2 (Quartinho)

1. La Critique ( Instrumental)
2. Então Vá Se Perder
3. Carvão
4. Manhã
5. Homens e Mulheres

Eu gosto de homens e de mulheres
E você o que prefere?
Eu gosto de homens e de mulheres
E você o que prefere?
Homens que dançam tango
Mulheres que acordam cedo
Homens que guardam as datas
Mulheres que não sentem medo
Homens de toda idade
Mulheres até as genéricas
Homens que são de verdade
Mulheres de toda a América
Homens no sinal verde
Mulheres de batom vermelho
Homens que caem na rede
Mulheres que são meu espelho
Eu gosto de homens e de mulheres
E você o que prefere?
Eu gosto de homens e de mulheres
E você o que prefere?
Mulheres na guitarra
Homens de corpo e mente sã
Homens vestindo sobretudo
Mulheres melhor sem soutien
Homens que enrolam serpente
Mulheres que vão na frente
Homens de amar tão de repente
Mulheres de amar pra sempre
Eu gosto de homens e de mulheres
E você o que prefere?
Eu gosto de homens e de mulheres
E você o que prefere?

6. Corredores
7. Sen.Ti.Mentos ( Instrumental)
8. Cantinho
9. Eu Não Paro
10. Claridade
11. Milhares de Sambas
12. Eu Comi a Madona ( Remix)

segunda-feira, dezembro 18, 2006

Um piscar de olhos


E estava com um enorme sorriso ao lado de uma amiga querida numa tarde tranquila e mais que divertida. E elas estavam apenas uma ao lado

da outra, entre conversas, lembranças e resenhas, riram como nunca e realmente ficaram mais leves.

Eu fiquei mais leve no dia dessa foto também.

é inexplicável o poder de uma amizade, para o bem ou para o mal.

Contudo eu só falo delas para o bem, ou ao menos eu só escrevo quando estou de bem ou inspirada por meus amigos...

Antes de ter amigos eu escrevia quando estava triste, deixava a melancolia me acalentar. Hoje eu voltei a escrever porque to mais leve e feliz, parece que eu não consigo mais usar a minha tristeza e nem quero mais me impregnar dela.

Bjos

quarta-feira, dezembro 13, 2006

Eu estou assim, contemplativa, mais do que já sou. Nunca mais escrevi, mas parece que esse nunca vai me dar um tempo, já que ao menos a vontade de escrever voltou, então dentro de pouco tempo e estarei escrevendo novamente.
O trabalho vai bem obrigada. kkkkkkkkkkk


terça-feira, dezembro 05, 2006

Fajutamente revoltante.

Ela abandonou a escrita, os amores, o TCC, os objetivos, entre outros por algo que nem tinha tanto peso em sua vida, porque não foi com ela o sucedido. Contudo, coubera a ela ser a consciência de outrem, lembrar de tudo enquanto que umas das personagens nem fazia idéia de onde tinha se metido. MAs isso é outra história.
O assunto de agora é o quanto ela sofreu e ainda sofre, todavia o pior do sofrimento é não ser compreendido, e foram poucos que o fizeram, mas doeu fundo. MEsmo tendo tantos outros que compreenderam e não tiveram o que dizer, já que não há solução e nem consolo para a situação vivenciada.
E hoje ela vÊ tantas outras pessoas sofrendo algumas até sendo mais dramáticas do que ela já o fora, e como ela não consegue superar algumas mágoas e como ela não consegue entender porque não aceitam a ajuda ou a compreensão que ela oferece, o ego dela fica latente nas horas mais improváveis.
Ela tem dificuldade de pedir ajuda, adora ajudar, entretanto, ultimamente ela não sabe o que fazer para ajudar, com certeza é melhor deixar como estar.
Apesar de tudo ela ainda acredita que tudo acontece por um motivo ou por vários, o que a ajuda a esperar ou a iniciar uma próxima fase.