0

0

quinta-feira, maio 22, 2014

Feira de Marechal Deodoro (AL) em Diário Refletido

Fui a Marechal Deodoro (AL) no sábado (17/05), quando planejei o passeio pensei em rever os casarões na cidade histórica, mas só depois que já estava quase a caminho foi que lembrei da feira. Não seria o meu primeiro passeio fotográfico em Marechal, havia ido há alguns anos com o grupo Ociosos da Fotografia. Mas foi o meu primeiro passeio numa feira desde que comecei a fotografar com caleidoscópio, e assim fui reconhecer Marechal através dos reflexos.

Encontrei a feira quase no mesmo lugar em que passeei por ela pela primeira vez, na orla da Lagoa Manguaba. Fiquei muito feliz que a chuva também esteve presente e assim encontrei poças de água, além da feira, dos casarões e da lagoa.

Na comunidade fotográfica Diário Refletido você encontra uma colagem em que reuni as fotos abaixo.

Cenouras 

 Cebolas 

 Cebolas roxas e amarelas

 As cebolas me hipnotizaram

 Tomate

Uvas

 Mais uvas

  Também fiquei hipnotizada pelas uvas


Kiwi

quinta-feira, maio 15, 2014

Diário Refletido (www.facebook.com/diariorefletido)

Desde quando aprendi a criar uma página no Facebook, sempre gostei de fazê-lo, e ontem (14/05) tive o imenso prazer de criar uma página que estava sendo desejada desde o final do ano passado, mas que não tinha nome, e que ainda tava precisando de um tempo de maturação.

Eis que me encantei pela possibilidade de um diário de reflexos, e assim criei o Diário Refletido (www.facebook.com/diariorefletido). Ainda estou descobrindo a dinâmica, mas basicamente publicarei minhas histórias e fotografias reflexivas.

E reforço por aqui o convite para que você acompanhe, e participe deste diário de fotografias de reflexos, entre em contato pelo e-mail larislisboa@gmail.com.


Novas fotos em www.facebook.com/diariorefletido

quarta-feira, maio 14, 2014

Devassas: Como se fosse a primeira vez

Em 2010, vi um publicação de Flávio Rabelo sobre um espetáculo que ele estava dirigindo e que teria estreia ainda naquele ano em Maceió. Gostava de acompanhar os trabalhos de Rabelo e conhecia a atriz  Ivana Iza de Versos de um Lambe Sola, fiquei curiosa para conhecer aquele novo trabalho chamado Devassas - O que as mulheres gostariam que fizessem com elas na cama.

Após assistir o espetáculo pela primeira vez fui convidada para compor a equipe como assessora de comunicação e assim pude acompanhar este talentoso projeto, além de ter o prazer de assisti-lo inúmeras vezes.

Não sei dizer quantas vezes assisti Devassas como se fosse a primeira vez, se porque o público estava mais inspirado que nunca, se porque Ivana estava afiadíssima, porque faltou energia, porque naquele dia estava mais atenta nos detalhes, qualquer detalhe, nova descoberta, nenhuma apresentação foi igual.

Hoje não sou mais responsável pela assessoria, mas sou eternamente apoiadora deste projeto.

E depois de um ano sem ver Devassas, assisti pela segunda vez como plateia, sim, mais uma vez foi como se fosse a primeira vez. Rodinelson, Sindiclyde, criança, Dona Carmem, Amanda Kelly, Si, e principalmente, Ivana Iza e equipe muito obrigada, muito prazer, merda, merda, merda...

domingo, maio 11, 2014

Vou refletindo pelo caminho


Se chove lembro das poças.
Quando abstraio que a cidade deveria ter um sistema melhor de escoamento das águas pluviais, me perco nas possibilidades de redescobertas do mundo que elas me permitem. Muitas vezes quando a chuva molha a calçada da minha casa, com intensidade ou de leve, me reencontro com as poças e mergulho para fotografá-las.