0

0

quarta-feira, setembro 03, 2014

Câmera é câmera

Até hoje não possuo uma câmera profissional.

Desde 2011, fotografo com qualidade básica pelo celular ou pela minha câmera semi-profissional. Mas desde que comecei a fotografar com câmeras digitais ficou muito fácil me empolgar e me apaixonar pelos resultados que vejo nas fotografias que capturo.

Minha analógica nunca teve muitos recursos, era flash e só.
E o danado do erro de paralax me pegava de jeito em algumas poses, e assim era um vez um enquadramento. Quando não era por falta de luz ou de ISO, granulava tudo.

Poder escolher o equilíbrio de branco na minha primeira compacta já era uma alegria. Ver pelo visor, sem erro de paralax, e se errar poder testar até chegar onde queria. Pode escolher a velocidade do obturador na minha semi-profissional me permitiu mergulhar em um outro universo de possibilidades.

Sei que vou precisar aprender tudo de novo quando tiver uma profissional, assim como tive que aprender a mexer em câmera compacta de novo neste último mês ao ter em mãos uma Nikon de 20 megapixels.

Nenhum comentário:

Postar um comentário