0

0

sábado, outubro 22, 2011

Tete

Tem uma história que habita o meu pensamento há alguns meses, e no começo deixei assim para que ela amadurecesse. Certo dia, achei que estava na hora de começar a contá-la, contudo ao escrever poucas palavras tive que me dedicar a alguma outra coisa e assim o tempo voou.
O detalhe é que Tete quer ser minha personagem e vive no meu pensamento me guiando sobre as formas em que posso contar sua história e me estimulando para que eu sente e escreva mesmo que seja numa versão mais breve.
Querida Tete,
Agradeço muito por conhecê-la cada dia mais e peço um pouco de paciência. E conto com sua ajuda para contar a sua linda história o mais rápido possível e de todas as formas a longo prazo. Não desista de mim. Beijos Larissa

Nenhum comentário:

Postar um comentário