0

0

quarta-feira, dezembro 22, 2010

Animar é preciso

O meu contato com vídeos animados sempre foi meio tímido. Do tipo assistir desenhos e não imaginar o processo como eles eram feitos. Suspeito que o meu despertar para a magia de animar iniciou com Toy Story, claro que a culpa é da Pixar. No entanto com a qualidade de Toy Story ficava difícil imaginar que animações amadoras e mais simples também pudessem proliferar a magia.
Participei da Oficina Anima Mundi no SESC Alagoas em 2007 e durante aquela semana animada, tive contato com animação com massinha e assisti vídeos de animações fotográficas, entre outros.
Mas o estalo mesmo, para fazer um stop motion com fotos, veio quando passei uma manhã fazendo um ensaio fotográfico que mandaria para um concurso, e ao final, apertei no botão para passar as fotos mais rápido e as vi animadas, tava ali a magia. E assim foi só ter paciência e reunir todas as fotos através de um programa de edição de vídeo. Claro que tinha o problema de que trilha colocar, mas nesse caso pude contar com a parceria do talentosíssimo Marcelo Marques.

Na mão (2009, 2 min 38s, experimental)
Ensaio fotográfico do que pode ficar grande na palma de uma mão. Trilha de Marcelo
Marques.



E assim era só fazer várias fotos de alguma situação que pudesse ser animada depois, e ai veio a segunda animação, como making of de um ensaio fotográfico. Com trilha do Básico Feito Samba.


Básico Feito Samba (2008, 1min 45s, experimental)

Making of do ensaio fotográfico que Amanda Nascimento realizou com o Básico Feito Samba. Trilha Pequenas Misérias música selecionada pelo FEMUSESC 2008.








E ai chegou na fase de querer animar objetos inanimados.

Vertigem (2009, 1min 39s, ficção)

Inspirado numa experiência pessoal. Trilha original de Daniel Queiroz.
Sinopse: Avistar uma jujuba vermelha não é nada muito comum. 




E ainda tem mais, contudo algumas ainda estão inacabadas a espera de trilhas.

Um comentário:

  1. Larissa podes fazer um post sobre como você editou as imagem e adicionou o áudio.
    Desde já obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir