0

0

terça-feira, abril 24, 2007

É Salvador

ConhecÊ-la aos treze anos foi interessante, mas nada se compara ao reencontro com ela à beira dos vinte e dois anos...
A orla que antes me ficara como feia, hoje me parece encantadora, pois as pedras não são mais impecilho e sim beleza, a ausÊncia de coqueiro ainda incomoda, mas as curvas, oh as curvas... Ao chegar numa delas e observar ao longe as dobras que ainda serão percorridas...
Uma metrópole, eu não tinha muita noção do que isso era, hoje eu sei, não é ser big, nem super moderna ou urbana, mas é comportar o urbano e a cultura, é ter identidade mesmo com tanto desenvolvimento, é preservar e ter orgulho de sua história, sem vangloriar conquistas pseudo históricas...
E celebrar cada diferença, na cidade que vibra, canta e dança, é de uma magia que precisa ser experimentada pelos que ainda não a conhecem. É encantamento de matuta sim, pois como todos os outros lugares do mundo a violência, descaso e a fome também residem por lá. Não foi difícil ver favelas ou pessoas pela rua, e foi até alarmante perceber q por ser tão grande, isso também engradece as diferenças e a pobreza, pois lá tb tem prédios abandonados, pessoas abandonadas e histórias abandonadas...
MAs onde hj em dia ainda é um bom lugar para se viver??
Onde a gente escolhe é um bom lugar p se viver, onde a gente se realiza é um bom lugar p se viver, onde a gente encontra alento é um bom lugar p se viver...
Eu sei que o meu futuro passa por Salvador, então fico muito feliz por saber que agora sei um pouco do que essa cidade pode me oferecer, e o que estou ansiosa para aproveitar o mais rápido possível, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
ÊêÊÊê Salvador
Bjos

Um comentário:

  1. Então saaaalve, Salvador! Eu preciso conhecer mais do meu Brasil; só fui até Fortaleza nesses meus quase vinte e dois...
    beijo, Laris :*

    ResponderExcluir