0

0

terça-feira, junho 05, 2007

Uma nova história


Ela nunca mais foi a mesma depois daquela foto...
Como alguém podia parecer tão diferente através da lente de sua câmera.
Ele nunca quis chamar a atenção dela, mas sempre se manteve ao seu lado, mesmo sabendo que até então ela não o enxergava...
Pois é, até então, já que depois daquele clique foi como se tivessem tirado a venda dos olhos dela, e pode enxergá-lo diferente.
Mas era o dia do casamento dele, e ele sorria para ela, mas ela não era a noiva. Tirara as fotos durantes toda a cerimônia sem problema, achara que eles formavam um belo casal.
Contudo, após fazer as fotos da noiva em separado, teve um momento de descontração com ele, e fez muitas fotos só dele. Ele sorria e só queria saber de ser fotografado por ela... Em algum momento ela percebeu que aquele sorriso dele nunca fora tão intenso e expressivo, e durante toda a cerimônia ele estivera sério, mas ali sorria como se estivesse diante de sua felicidade. Depois dali passou a cortar a noiva nos enquadramentos, esquecia que ali para ela estava um casal posando.
Precisou parar um momento em uma mesa vazia, respirar fundo, olhar com atenção para ter certeza de que não estava exagerando, de que nunca tinha sido tão amadora, e não podia mais continuar o seu trabalho, mas também não podia resolver nada com ele, ali.
Tantas situações ficaram claras em sua cabeça. Todas as palavras que antes eram só demonstração de carinho, ganharam o peso da paixão que eram expressos pelo olhar e pelo sorriso que ele sempre dedicou p ela, mas q só ficou irrefutável através da lente da câmera...
O que podia fazer agora, ele estava casado, e ela nem sabia o que sentia mesmo por ele...
Ele percebeu que ela havia sumido, encontrou-a ali isolada e percebeu o desconcertar dela perante sua presença. Compreendeu que finalmente os sentimentos que ele tanto cultivava em silêncio haviam chegado aos ouvidos ou a vista dela de alguma maneira.
Chamou-a a um canto, e disse: "É o que eu sinto por você sempre foi mais forte do que eu poderia expressar... E eu sempre soube que não seria fácil para você conviver com isso... Melhor assim, não se preocupe, eu vou ser feliz com ela, e vou continuar lhe amando sim..."
Ele nunca tinha visto o rosto dela tão desolado, e pela primeira vez na vida, teve coragem de realizar o seu desejo mais profundo, abraçou-a, delicadamente acariciou seu rosto e deixou que os seus lábios finalmente lhe demonstrasse o quanto a amava...
Era um beijo de despedida, mas porque não ser alguns ou alguns muitos beijos. E beijou-a, beijou como se a sua vida se resumisse somente àquele momento...
Ela entregou-se tanto quanto ele, e ficou mais desolada ainda, quando ele sem acrescentar mais nada, parou para contempla-la, acariciou o seu rosto, como se quisesse guarda só mais aquele momento e afastou-se como quem sabe que nunca mais vai voltar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário